23 de mar de 2010

Desabafo de blogueira


Há alguns dias apresentei  um trabalho para conclusão da minha pós-graduação em Leitura e Produção Textual falando sobre blogs. Comentei sobre a necessidade que o blogueiro tem de ver suas postagens comentadas. 

Hoje, ao entrar aqui no meu espaço, encontro um comentário em uma postagem já antiga. 
Deveria ser motivo de alento. Afinal, como defendi em meu trabalho, quero (todo blogueiro quer!) ver meu escrito ser comentado. 

Mas o comentário foi uma crítica mordaz, dura. Não pelas palavras em si, mas pela motivação que leva um sujeito a nomenclaturar a produção alhei de "ridícula".

Chato isso! Mais chato ainda é saber que o idealizador(a) do escrito não teve a cortesia de identificar-se. Seria sim uma cortesia. Teria eu a oportunidade de avaliar de onde vem tal opinião, ainda que dura, reformular meus feitos, repensar minha prática. 

Caso você, leitor virtual, talvez também blogueiro, resolva expor seu pensamento a respeito do conteúdo aqui publicado, faça-o de modo gentil. 

As críticas só podem elevar o ser humano se forem pautadas no respeito alheio e na vontade de ver o semelhante alçar voos mais altos. 

O que for menos nobre que isso não merece espaço. Nem respeito!


Daniele Ribeiro

2 comentários:

  1. Dani ,
    Não se importe com essas pessoas. O seu blog tem um conteúdo excepcional.
    Quem o criticou dessa forma que você disse deve estar é com inveja porque não deve ter a capacidade de criar algo tão bom quanto seu blog.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Amei seu blog!!! Parte da poesia " A arte de ser feliz " me fez retornar ao ginásio onde a professora nos apresentou Cecília Meirelles através deste texto.Isto faz 48 anos... Obrigada!!!

    ResponderExcluir

Flickr